Você, que tem carro movido a Gás Natural Veicular, está em dia com a inspeção do kit do GNV? O procedimento é obrigatório e deve ser realizado todos os anos. Caso contrário, você terá problemas na hora de fazer o licenciamento, além de comprometer a sua segurança e a de terceiros.

Por isso, vamos te ajudar a entender melhor e se preparar para esse procedimento.

Para que serve a vistoria de veículos movidos a GNV?

O objetivo principal dessa inspeção é garantir as condições de segurança do veículo. Isso porque a má instalação ou o desgaste de algum componente, por exemplo, pode provocar a explosão do cilindro e causar danos graves.

Por isso, é fundamental que ele seja realizado em uma oficina credenciada pelo Detran e pelo Inmetro. 

Aliás, assim que obter a autorização dos órgãos de trânsito e fizer a instalação do “kit gás”, já é necessário fazer a primeira inspeção, em no máximo cinco dias úteis. Até para não correr o risco de o veículo rodar de maneira irregular por aí.

Se essa vistoria no veículo mostrar que está tudo certo, será feita a emissão do Certificado de Segurança Veicular (CSV) e o selo do Inmetro.

Documentos necessários para a vistoria de veículos a GNV

Basicamente, será necessário apresentar os seguintes documentos para fazer a inspeção:

  • CRLV/CRV;
  • CNH ou RG do condutor;
  • Selo Gás Natural vigente;
  • Etiqueta de aviso dos cilindros para armazenamento de GNV;
  • Selo de Identificação da Conformidade do cilindro para armazenamento de GNV (fabricação ou requalificação);
  • Atestado de Qualidade do Instalador Registrado, quando se tratar de cilindro de armazenamento de GNV requalificado;
  • Documentos fiscais de serviço de retirada e de instalação do cilindro de armazenamento de GNV requalificado.

É claro que, se for a inspeção inicial, logo após a instalação, o motorista ainda não terá como apresentar alguns destes documentos. 

Neste caso, eles devem ser substituídos pelas notas fiscais de compra e instalação do kit gás, além da autorização emitida pelos órgãos de trânsito para a conversão do veículo.

O que é analisado na vistoria veicular?

Conforme as exigências do Detran, a inspeção, na verdade, foca em tudo o que envolve a questão da segurança e não apenas o “kit gás”. São analisados itens como:

  • Componentes e sistema do GNV;
  • Sistemas de freio, sinalização, suspensão e direção;
  • Chassi e lataria;
  • Pneus e rodas;
  • Painel;
  • Luzes;
  • Freios;
  • Cinto de segurança.

O procedimento leva em média uma hora, mas vale a pena. Além da questão da obrigatoriedade, garante uma viagem tranquila e segura aos motoristas e passageiros.

Menu