Difícil encontrar alguém que não tenha se irritado com barulho, mas, quer saber? Até os carros elétricos acabam sendo barulhentos. Afinal, o silêncio do motor deles deixa os ruídos mais nítidos ainda… Descobrir a origem dos barulhos no carro não é uma tarefa simples. Mas você pode ajudar a solucionar o problema mais rápido.

Um dos grandes méritos dos mecânicos experientes é a memória auditiva, aquilo que a inteligência artificial dos computadores anda fazendo com as imagens: os mecânicos vão “gravando” os ruídos e associando às peças defeituosas. Quanto mais especializado em determinada marca for o profissional, mais fácil fica o diagnóstico.

Só que o dono do carro também pode ajudar, e muito. Procure prestar atenção ao momento em que o barulho aparece e responda a estas perguntas:

1) O ruído surge com o carro parado ou em movimento? Se ocorre com ele parado e é contínuo, provavelmente ele terá origem dentro do motor ou nos assessórios agregados, como alternador, correias, esticadores, compressor do ar condicionado, ventoinhas, etc.

2) Se achar que o barulho vem da suspensão, procure identificar em qual situação ele ocorre:

– ao passar por lombadas e valetas?

– ao esterçar o volante para algum dos lados?

– ao acelerar?

– ao frear?

– em baixa ou alta velocidade?

Chegar ao mecânico com estas informações reduzirá o tempo que o carro ficará na oficina.

Bons profissionais sentem prazer em ser assertivos, são pacientes e se especializam. Alguns investem em equipamentos caros para não substituir peças desnecessariamente (assista no vídeo acima).

O comportamento que incomoda muito um bom profissional é quando o cliente, querendo economizar, chega na oficina com palpites que. na maioria das vezes, são interpretados mais como desconfiança do que conhecimento. Ajude seu mecânico, se disponibilizando a dar uma volta com ele.

Campeãs do barulho

Segundo o Grupo de Oficinas Especializadas de São Paulo (GOE), as peças campeãs de barulho são:

– bieletas

– coxins

– amortecedores

– batentes dos amortecedores

– escapamento

– pneus

– rolamentos de esticadores de correia

– rolamentos de roda

– pivôs

– buchas de bandejas

– buchas da barra estabilizadora

– trava do encosto do banco traseiro

Esta última é um problema muito comum nos SUVs, que cada vez mais lotam as ruas. Nesses carros, os encostos dos bancos são pesados e acabam gerando uma folga na trava. Quer saber se é isso mesmo? Verifique se o barulho desaparece quando alguém senta atrás. Quando a pessoa senta e dá pressão ao encosto, ela acaba tirando a folga.

FONTE: http://g1.globo.com/carros/blog/oficina-do-g1/post/seu-carro-faz-barulho-veja-como-ajudar-descobrir-solucao-mais-rapido.html

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu