Fazer uma revisão veicular com frequência é fundamental para aumentar a vida útil do seu carro e garantir que ele rode com segurança. Entre os itens que precisam passar por uma inspeção, de tempos em tempos, estão os pneus. Eles são a única parte do veículo que tem contato com o chão, o que faz merecer uma atenção especial.

Mas não é porque o pneu demora para ficar careca que a manutenção também deve demorar. Pelo contrário: em alguns casos, ele precisa ser calibrado toda semana. O ar que fica na parte interna é como o combustível do tanque, já que precisa ser reposto constantemente. Mas você sabe como e quando fazer a calibragem?

Por que calibrar os pneus? 

Primeiramente, é preciso explicar que calibrar nada mais é do que encher o pneu novamente. Por isso, dizemos que o motorista deve fazer uma inspeção com frequência, já que a quantidade de ar internamente diminui com o tempo, ainda que o carro esteja parado na garagem.

Não realizar a calibragem com frequência pode causar uma série de problemas. Com pouco ar no pneu, a rodagem irregular, por exemplo, faz com que o consumo de combustível aumente. Sem falar no desequilíbrio, uma vez que força as couraças internas e provoca um desgaste excessivo.

O excesso de ar também requer atenção, pois aumenta o risco de estouro  ao passar em um buraco. Sem falar que ele pode perder aderência com o asfalto, outro fator que provoca acidentes.

Quando calibrar os pneus?

Dia sim, dia não, antes de entrar no carro, vale fazer aquela inspeção rápida. Caso identifique que algum pneu começou a murchar, a calibragem pode e deve ser feita o mais rápido possível. 

Mas essa é uma questão que entra na parte da manutenção preventiva. Mesmo se não houver problema aparente, os pneus precisam ser calibrados. A frequência, recomendada por especialistas, é uma vez a cada 15 dias.

Isso, é claro, pode mudar conforme o uso. O carro que roda pouco e não sai da garagem todo dia pode ter os pneus calibrados uma vez por mês, por exemplo. Já o veículo usado como ferramenta de trabalho, no caso de um motorista profissional, e circula muitos quilômetros por dia, talvez o ideal seja realizar a calibragem uma vez por semana.

Como calibrar os pneus?

A pergunta mais comum feita pelos motoristas é “quanto de ar devo colocar no pneu”? Para quem ainda não sabe, a medida é feita em libras. Com base no porte dos veículos mais comuns no Brasil, dá para dizer que boa parte deles deve ter 32 libras em cada pneu. Esse número, entretanto, varia de carro para carro e de uma situação para outra.

Portanto, a primeira coisa é checar, no manual do veículo, a quantidade de libras indicada pelo fabricante. Em alguns casos, o número também aparece do lado de dentro da tampa do tanque de combustível. E pode haver situações nas quais é recomendado um intervalo, como “entre 28 e 34 libras”.

O motorista ainda precisa pensar em qual situação o carro vai circular. Por exemplo, é comum muitos passarem no posto antes de uma viagem com a família, com o veículo cheio de gente e de malas. Nesse caso, até por conta do peso, o ideal é colocar a quantidade de libras máxima indicada pelo fabricante. Caso o manual aponte um único número, como “30 libras”, especialistas recomendam colocar uma ou duas libras a mais. 

Outras dicas para manter seu carro em ordem

A recomendação inicial é sempre a mesma, a de procurar uma oficina de confiança, credenciada pelo Detran, e fazer uma revisão veicular de tempos em tempos. Mas, no caso específico dos pneus, outros dois pontos merecem atenção. 

  • Para garantir a medição correta da quantidade de ar, o pneu precisa estar frio. Ou seja, ao sair de casa ou do trabalho e quiser fazer a calibragem, pare em um posto ou uma borracharia que fique a, no máximo, três quilômetros do local onde o carro estava estacionado.
  • Não se esqueça de calibrar o estepe de tempos em tempos. Mesmo sem rodar, a pressão interna diminui. Isso é muito comum quando o motorista tem um problema, precisar trocar o pneu e, só nesta hora, percebe que ele não tem condições de uso.

E lembre-se: quando chegar a hora de fazer a revisão veicular, para a manutenção preventiva, o que garante mais segurança e durabilidade, a Engevel está pronta para te atender.

Menu