Fazer uma inspeção de tempos em tempos, antes de sair da garagem, em itens básicos do carro (como pneus e os níveis de água e óleo) é fundamental para rodar em segurança. Mas algumas partes importantes são mais difíceis de serem inspecionadas.

Por exemplo, ninguém quer se deitar no chão para olhar embaixo do veículo e ver se há um furo no escapamento. Por isso, é fundamental ficar atento a alguns sinais que normalmente são dados pelo carro. Até porque essa peça fica muito perto do chão e corre o risco de, a qualquer momento, ser atingida por uma pedra ou outro tipo de detrito.

Problemas causados pelo escapamento furado

Antes de entender os sinais dados pelo veículo, vale lembrar que a função do escapamento é canalizar e eliminar os gases criados pelo motor no processo de combustão. Logo, trata-se de uma peça fundamental para o bom funcionamento do motor. E, quando ela não funciona bem, o desempenho do carro pode ser comprometido.

Sem falar que o mau funcionamento do escapamento pode tornar o veículo mais poluente, o que faz com que ele corra o risco de ser reprovado, caso tenha que passar por uma alguma revisão veicular e até gerar multa e a perda de pontos na CNH. Por isso, sigam as dicas que ajudam a identificar se há algo errado.

Ruídos

Normalmente, um veículo com o escapamento furado se torna mais barulhento. Esse barulho, porém, varia de acordo com o tipo de dano. Um escapamento que quebrou emite um som como o de um assovio, por conta do escape dos gases por aquele espaço. Caso o coletor esteja rachado, você ouvirá estalos ou um rugido. E, quando alguma parte ou peça se solta e fica balançando dentro do sistema de exaustão, o som será parecido com o de um chocalho.

Motor

Quando o escapamento está danificado e isso compromete o fluxo e a eliminação dos gases e da fumaça, o funcionamento do motor fica comprometido. O principal sinal que o carro dá é a perda de potência.

Combustível

Com essa perda de potência ou com o funcionamento irregular do motor, é normal que ele “exija” uma injeção maior de combustível para funcionar, principalmente quando o carro roda em marcha lenta, ou seja, em uma rotação mais alta. Logo, um escapamento quebrado ou furado aumenta o consumo de combustíveis. Algo que, além de todos os problemas já citados, também dói no bolso.

Ou seja, definitivamente não vale a pena ignorar o problema. Logo, se perceber algum desses sinais, procure uma oficina de confiança para uma revisão veicular e rode em segurança, com economia e sem o risco de levar um multa ou até ficar com o carro parado no meio de rua.

Menu