Deixou o carro parado na garagem por muito tempo? Então, não deixe de fazer uma revisão veicular para identificar possíveis problemas. Esta inspeção é fundamental para evitar situações que surgem exatamente quando o veículo passa muito tempo sem ser usado.

Com a pandemia, a quarentena e a adoção do home office, muita gente foi pega de surpresa quando precisou sair com o carro depois de muito tempo. Para que isto não aconteça com você, fique atento a itens que exigem cuidado!

Pneus

Os pneus são o primeiro item a passar por uma inspeção. Antes mesmo de entrar no carro, cheque se eles estão murchos ou deformados. Depois de muito tempo no mesmo local e na mesma posição,  eles podem ficar “pegar forma” e “ficar retos” naquela parte em contato com o chão. O que, na hora de rodar com o veículo, pode comprometer a segurança do motorista e dos passageiros.

Uma dica é a seguinte: quando você souber que o carro ficará parado por muito tempo, calibre os pneus antes de estacioná-lo.

Combustível

Neste caso, talvez seja importante consultar uma oficina para uma vistoria técnica. O combustível parado no tanque pode envelhecer, estragar e soltar resíduos que vão se espalhar não apenas no próprio tanque, mas também em mangueiras e conectores. O entupimento, por exemplo, do sistema de combustível, pode deixar o motorista a pé no meio do caminho e custar um bom dinheiro.

Filtros e fluídos

É mais um caso no qual a inspeção pode ser mais complexa e exigir a consulta a um profissional. Assim como acontece com o combustível, fluídos diversos podem perder validade, “endurecer” e acumular resíduos, com o risco de falha, entupimento ou quebra. Vale, por exemplo, para:

  • Óleo do motor;
  • Filtro de óleo;
  • Filtro de combustível;
  • Óleo de câmbio;
  • Fluído de freio;
  • Filtro de ar.

Bateria

Em condições normais, uma bateria pode durar até três anos. Mas a falta de uso faz com que ela perca a capacidade de carregamento. Quando isso acontece, a vida útil pode ficar abaixo de um ano. Sem falar na possibilidade de o carro nem funcionar, quando o motorista voltar a dar partida depois de muito tempo.

Correias

Sejam de borracha, algum tipo de tecido ou qualquer outro material, elas podem, por exemplo, ficar ressecadas com a falta de uso. Como acontece com o limpador de pára-brisa, depois de muito tempo sem chuva. E, se uma correia estoura com o carro em andamento, o prejuízo e o perigo são grandes.

No geral, a dica para evitar todos esses problemas é nunca deixar o carro parado por muito tempo. Mesmo que não tenha necessidade de sair com ele, reserve alguns minutos para dar uma volta pelo bairro de vez em quando, a cada dois, três dias, por exemplo.

E, se não for possível ou você quiser ter 100% de certeza que está seguro, faça uma revisão veicular.

Menu